搅拌站仓顶除尘器厂家
免费服务热线

Free service

hotline

010-00000000
搅拌站仓顶除尘器厂家
热门搜索:
行业资讯
当前位置:首页 > 行业资讯

巴西电价贵但是巴西人缺乏节电意识今时

发布时间:2019-09-29 12:04:21 阅读: 来源:搅拌站仓顶除尘器厂家

巴西电价贵,但是巴西人缺乏节电意识

【巴西华人网讯】尽管巴西约80%的电都来自水力发电,但是巴西的电价一直是世界上最高的几个国家之一。据国际能源机构的数据显示,巴西工业用电价格全球第四高,仅次于意大利,土耳其和捷克。

据教授Luiz Pinguelli

Rosa称,自巴西电力行业私有化以来,电力公司受到政策的眷顾,而巴西国内的电价却一直居高不下。“水力发电本来很便宜,例如在美国和加拿大他们的电费就比巴西便宜多。还有很多不合理的东西有待解决。”有专家表示,巴西电价之所以贵,是因为巴西电价制订主要的参与者就是政府方和电力公司,并没有消费者参与其中行使听证发言权。当政府和电力公司在某些成本上面无法达到一致时,该成本就转嫁给消费者来承担。

“消费者太沉默。你叫他们付,他们就付。”巴西国家电力调度中心(ONS)总裁Hermes Chipp表示,消费者应该更多的参与到电价的决策中来。“应该建立消费者委员会,让他们也参与到电价决策。如今只有Aneel(巴西国家电力局)和ONS两个非商业组织来位消费者说话。ONS希望电价更低,Aneel负责监管。但这都不够。”

另一个电价高的因素是,巴西人以及忘记了怎么管理电能需求,就像2001/2002年时候,巴西经历严重的电力危机时,巴西人需要控制电力消耗,避免处罚。如今,似乎巴西人缺少了这种意识。电力市场管理者组织(CCEE)主席Ferreira,缺乏相应的节电意识政策宣传,消费者不懂能源效率,不了解电能损耗,也就不知道如何节电。

Brasileiros

pagam caro e não sabem economizar energia

Apesar de

cerca de 80% da eletricidade do Brasil serem gerados pela simples vazão de sua

rica bacia hidrográfica, a conta de luz dos brasileiros figura entre as mais

caras do mundo — a tarifa industrial registrada pela Agência Internacional de

Energia e comparada em relatório divulgado pela Federação das Indústrias do

Estado do Rio de Janeiro (Firjan) é a quarta maior do planeta, atrás apenas de

Itália, Turquia e República Tcheca.

De acordo

com o professor Luiz Pinguelli Rosa, diretor da Coppe/UFRJ, o alto preço da

energia no país se deve a compromissos de correção monetária que favoreceram as

empresas após o setor elétrico ter sido privatizado. "A geração

hidroelétrica é barata. Há uma discrepância de preço com países como Canadá e

Estados Unidos. Existem algumas distorções que precisam ser resolvidas",

afirmou. No entanto, parte da culpa pelo alto preço, segundo especialistas que

participaram do seminário Inserção de novas fontes renováveis e redes

inteligentes no planejamento energético nacional, realizado nesta quarta-feira

pela Coppe, recai sobre a falta de representação do consumidor no processo de gerenciamento

energético, que conta com diversos atores governamentais e do mercado. Quando o

governo e as empresas não conseguem entrar em acordo sobre quem deve arcar com

determinado custo, ele é invariavelmente repassado ao consumidor.

"O

consumidor é a voz calada. É o mudo. Tudo o que você dá para ele pagar, ele

paga", afirma Hermes Chipp, diretor geral do Operador Nacional do Sistema

Elétrico (ONS). Segundo Chipp, é preciso haver maior participação dos conselhos

dos consumidores nas decisões. "Os conselhos de consumidores têm que se

estruturar no país e começar a participar. Hoje quem defende o consumidor é a

Aneel e o ONS. São instituições que não têm interesse comercial. O operador

quer fazer a segurança ao menor custo. A Aneel é a

fiscalizadora. Não é suficiente. "diz.

Outro fator

que contribui para a conta salgada: o brasileiro praticamente abandonou o

gerenciamento da demanda por energia depois de superados os tempos de crise,

como no início da década, quando era necessário controlar o consumo para não

ser penalizado na conta. Ou seja: perdemos a capacidade de economizar. De

acordo com o presidente do Conselho de Administração da Câmara de

Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Luiz Eduardo Barata Ferreira, a

utilização mais coordenada da energia poderia contribuir de forma substancial

para a queda do preço. "Um aspecto positivo da crise de 2001/2002 (crise

do Apagão) é que a população aprendeu a tomar conta do gerenciamento de

energia. Tenho absoluta convicção de que isso acabou, isso se perdeu",

considera. Para Ferreira, falta política de conscientização para que o

consumidor passe a contribuir para a eficiência energética. "Se as pessoas

não sabem quanto custa, elas não vão economizar", destaca.

敷尔佳

台湾运输

柏尚魅俪收腹衣招代理

玻璃防火门